FAPESC distribui R$ 480 mil em prêmios de inovação

Treze pessoas receberam troféus, certificados e ordens bancárias referentes aos primeiros lugares no Prêmio Stemmer Inovação Catarinense, oferecido pelo governo estadual por meio da FAPESC

Treze pessoas receberam troféus, certificados e ordens bancárias referentes aos primeiros lugares no Prêmio Stemmer Inovação Catarinense, oferecido pelo governo estadual por meio da FAPESC (Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina). A solenidade de entrega reuniu, na FIESC, os contemplados, o governador Raimundo Colombo, o titular do MCTIC (Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações) e o presidente da FINEP (Financiadora de Estudos e Projetos), Marcos Cintra, entre outras autoridades.

O prêmio contemplou empresas, instituições e protagonistas da inovação em cinco categorias, nas quais os primeiros colocados receberam R$ 60 mil, os segundos lugares receberam R$ 30 mil, e os terceiros R$ 15 mil, totalizando R$ 480 mil. Eles também receberam troféus e certificados. A lista completa dos vencedores do prêmio Stemmer Inovação Catarinense pode ser acessada neste link.

 

O vencedor da categoria Protagonista da Inovação foi Roberto Zagonel, idealizador da Torneira Prima Touch, que possui sistema de controle de temperatura gradual por toque e pode ser facilmente manuseada por pessoas com limitações físicas. O sistema facilita a montagem da torneira e elimina desgastes mecânicos. Na segunda colocação ficou Eduardo Jara, e em terceiro lugar Alvaro Michelotti.

Na categoria Empresa Inovadora de Micro e Pequeno Porte, a primeira colocação ficou com a empresa INTRADEBOOK, de Florianópolis, que criou uma plataforma global de negócios internacionais para Pequenas Empresas, homônima à empresa.  Ela conecta clientes e fornecedores ao redor do mundo, oferece módulo de negociação, operação e lista de prestadoras de serviços de comércio exterior e logística. Presta serviços em três idiomas principais (Inglês, Português e Espanhol), com possibilidade de ampliação para Swahili, Francês e Russo. A empresa foi selecionada anteriormente pelo ITC International Trade Centre (agência da ONU e OMC) para ter a plataforma disponibilizada aos 164 países apoiados pelo ITC no mundo. As concorrentes nesta categoria foram a BYOND (EFICID-GYTH), que ficou na 2ª colocação, e a ATAR, que ficou em na 3ª posição.

A categoria Empresa Inovadora de Micro e Pequeno porte foi vencida pela maior fabricante de fixadores da América Latina, a Ciser Parafusos e Porcas, de Joinville. Sua escolha se deu por causa do NanoTec® , um selante que apresenta alta versatilidade  que pode ser aplicado em superfícies metálicas, aumentando em até 20 vezes a resistência à corrosão sem interferência no aumento de espessura da camada, que em algumas aplicações poderia gerar problemas de montabilidade do produto final. As outras finalistas da categoria foram a Bry Tecnologia e a EMBRACO. 

 

Na categoria Instituição de CTI, o vencedor foi o Instituto Stela, que concorreu com a Plataforma Intelligentia, que representa uma evolução do conceito de observatório de conhecimento. A inovação auxilia a resolução de problemas nas organizações, unindo componentes internos e externos para conectar e localizar pessoas, conteúdos e processos, permitindo também compreender as oportunidades e riscos. A segunda colocação ficou com o Labsolda, da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), e na terceira colocação ficou com a UNISUL (Universidade do Sul de Santa Catarina).

 

A última categoria foi Instituição Inovadora, que teve apenas uma finalista: a EMBRAPA Suínos e Aves, de Concórdia. A inovação-referência foi o abatedouro móvel, uma unidade itinerante com equipamentos para abate de animais domésticos em três modelos: suínos e ruminantes; aves; e pescado. Seu desenvolvimento está adequado às particularidades produtivas e a legislação sanitária e ambiental do Brasil.

 

Prestígio para Florianópolis

 

A capital catarinense foi escolhida para sediar o Departamento Regional Sul da FINEP, a ser instalado em Florianópolis para atender aos três estados da região. O escritório funcionará no ParTec Alfa, no mesmo andar que a FAPESC. Seu presidente, Sergio Gargioni, falou sobre isso no evento do dia 6, além de proferir a palestra “A inovação e o desenvolvimento regional”.  

 

Ele também participa do segundo dia do encontro FINEP, nesta terça-feira (7), mediando a mesa redonda “Experiências de apoio FINEP por representantes de empresas e instituições apoiadas”. François Gilberto Barrault, um dos sócios da WaveTech soluções tecnológicas, integra a mesa para contar que a empresa teve seu projeto de desenvolvimento de um aparelho de amplificação sonora individual apoiado no programa TECNOVA. Esse pequeno equipamento permite embarcar diversos dispositivos eletrônicos sensíveis e sofisticados, integrados entre si, e que precisam ser conectados a um software, também sofisticado, que possibilita ajustar mais de duzentos parâmetros, de forma que o aparelho se adapte às particularidades e necessidades de cada paciente.