Conexão Startup Indústria: inscrições abertas!

Promover o ambiente de negócios entre startups e indústrias, atuando com foco em ações de integração digital das diferentes etapas da cadeia de valor dos produtos industriais, esse é o objetivo do Programa Nacional Conexão Startup Indústria, lançado nesta quinta-feira (16/03), pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), em parceria com o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

O evento de lançamento do programa aconteceu durante o Status of Corporate venture in Brazil: how corporations are connecting with the startup ecosystem, evento organizado pela Harvard Angels, e contou com a presença do vice-presidente da Anprotec, José Aranha. 

“Essa iniciativa é uma peça essencial para o quebra cabeça da inovação no Brasil. É a primeira vez que temos um programa no qual startups recebem recursos para realizar os testes do seu produto dentro de uma empresa, e, ainda melhor, a empresa precisa estar aberta, apoiando e concordando com tudo isso, sendo inclusive um potencial comprador. Isso é muito importante, pois o teste é uma das fases mais difíceis para a empresa”, explicou Aranha, que classificou o programa como uma oportunidade única. 

BENEFÍCIOS

O programa oferecerá acesso real ao mercado para as startups, negociação bem sucedida com a venda do piloto para a indústria, e ainda a oportunidade de aporte financeiro de até R$ 700 mil. 

As indústrias participantes terão acesso a soluções de startups sem aporte financeiro. E, já para as instituições de apoio ao desenvolvimento de negócios, será oferecido o compartilhamento de risco.

Serão selecionadas 100 startups, 10 indústrias e 20 instituições de apoio ao desenvolvimento de negócios. Os interessados têm até o dia 12 de abril para se inscreverem.

Podem participar da seleção, startups que tenham competência e interesse em desenvolver soluções para a indústria, com mais de um ano de existência e menos de sete.

 ETAPAS

 Após a seleção, os participantes farão um matchmaking onde serão formados 10 grupos de trabalho. As indústrias escolherão até quatro startups cada, de acordo com suas demandas, e as instituições de apoio de negócios indicarão as startups que têm interesse em se conectar.

 Já a terceira etapa, consistirá em uma prova de conceito na qual 40 startups receberão até R$200 mil cada. E, posteriormente, as startups apresentarão suas soluções para as indústrias participantes do programa, que escolherão 10 startups que receberão até R$500 mil para o codesenvolvimento de um projeto piloto.

 

Por fim, a experiência da conexão será compilada e compartilhada com a indústria nacional.

Clique AQUI e acesse o edital. 

Clique AQUI e faça sua inscrição.