Última reunião do ano reúne startups para falar das conquistas de 2016 e perspectivas para próximo ano

Dezoito empresas incubadas participaram do encontro do MIDI Tecnológico, que fecha o ano como melhor incubadora do país

A última reunião do ano entre a gestão e incubados do MIDI Tecnológico aconteceu no dia 15, quinta-feira.  O encontro foi marcado pela comemoração do Prêmio Anprotec de melhor incubadora do país orientada para o desenvolvimento local e setorial e pelo balanço de 2016 das quatro pré incubadas e 14 incubadas. As empresas e a entidade  ainda destacaram as perspectivas para o próximo ano.

 

Gabriel Santos, coordenador do MIDI, credita os prêmios e conquistas ao apoio dado pelo Sebrae/SC, que mantém e apoia a instituição há 18 anos, e ao time de empreendedores incubados.“O MIDI já foi destaque quatro vezes no Prêmio de Empreendedorismo Inovador da Anprotec, sendo duas vezes como melhor incubadora, isso é resultado de um time bem alinhado de empreendedores engajados na construção de ideias inovadoras”, destaca.

 

O MIDI Tecnológico é gerido pela Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE) e já ajudou no desenvolvimento de 107 empresas de tecnologia na Grande Florianópolis, o que representa cerca de 13% dos empreendimentos do setor na região. Por meio das mentorias e capacitações que oferece, a incubadora se preocupa em desenvolver ideias de negócios inovadores e empreendedores. O método utilizado ainda compreende aproximação com o mercado, investidores e empresários o que ajuda na validação do negócio, mandando para o mercado empresas com alto potencial de desenvolvimento: cerca de 85% dos negócios iniciados no MIDI ainda estão em funcionamento.

 

Conquistas - A startup Sensorweb  trabalha com o monitoramento online de temperatura de ambientes que abrigam artigos hospitalares desde 2009, sendo pioneira e referência dentro dessa área. A empresa foi selecionada como melhor incubada de 2016, pelo Prêmio Nacional de Empreendedorismo Inovador da Anprotec. Para Douglas Pesavento, CEO da empresa nascente, o apoio do MIDI foi fundamental para a conquista. “Sempre contamos com o apoio oferecido pelo MIDI, inclusive na hora de inscrever a Sensorweb no prêmio. Sem o investimento em pessoas e tempo para escrever o projeto, não teríamos conseguido”, ressalta Pesavento.

 

Kamila Bittarello, coordenadora técnica da incubadora acredita que os resultados fazem parte de um trabalho de equipe e da construção de um ecossistema forte, o que foi confirmado na fala de todos os incubados. “Para o próximo ano vamos implementar um novo programa voltado à estruturação e aumento da performance da área comercial ”, anuncia Kamila. Luiz Gustavo Castelan Póvoas, da pré incubada Litma, complementa: “quanto mais nos apoiarmos uns nos outros, mais a gente cresce como empresa e como ecossistema”.